#Resenha - A Culpa é das Estrelas

6:59 PM


Título: A Culpa é das Estrelas
Sub-titulo: -
Autor: John Green
Editora: Intrínseca.
Gênero: Romance. 

Sinopse: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.
Existem certos clichês em nossas vidas, não é diferente com Hazel Grace Lancaster, uma garota de 16 anos vitima de câncer terminal nos pulmões. Mas algumas vezes, o inesperado acontece e algumas vezes as maiores torturas nos trazem os melhores presentes, Hazel foi obrigada por seus pais a frequentar um grupo de apoio para crianças com câncer e lá ela conhece Augustus Waters, um garoto atlético de 17 anos que perdeu uma perna. Graças a Augustos, Hazel vê sua vida de uma nova perspectiva e juntos eles constroem um infinito de dias limitados.


Logo no inicio do livro você percebe que Hazel é uma personagem derrotada. Ela não sabe porque continua viva. Ela se considera um fardo. Ela simplesmente aceita que já está praticamente morta e não vê sentido em continuar vivendo, mas ao acompanhar sua evolução no decorrer de A Culpa é das Estrelas, podemos vê-lá se tornando uma personagem cheia de vida e acima disto de esperança. Augustus Waters é atipicamente um herói, cheio de metáforas e de um humor inteligente ele a razão de noites de insonia para todas as leitoras. Temos também como um personagem muito importante na história Isaac, amigo de Augustus que no decorrer da história se mostra engraçado e companheiro. O trio tem como única semelhança o câncer, que promete tirar suas vidas, mas nem mesmo a morte consegue obstruir a alegria de continuarem vivos, mesmo que não por muito tempo. 

A narração é incrível e não cansativa. John da vida e um toque interessante aos seus personagens. A história se desenrola sem muitas promessas, mas enchendo o leitor de expectativas da mesma forma. Personagens como Van Houten tornam a literatura divertida. Está explicado o porque de A culpa é das estrelas ter se tornado um fenômeno de proporções tão imensas. Não é necessário ser um leitor voraz para conseguir gostar de TFIOS, na verdade, só é preciso saber ler para se apaixonar por A culpa é das estrelas enquanto OKAY existir. 

Cuidado, este conteúdo pode conter spoilers.

Minha opinião pessoal sobre a Culpa é das Estrelas é bem simples. Eu sou completamente e incondicionalmente apaixonada pelo livro. Este foi o único livro de John Green que eu li até agora, mas este com certeza já me deixou com um gosto de quero mais na ponta dos dedos. Por que John criou esta história de uma forma tão incrível e tão excepcional trazendo você a um universo até então desconhecido. Por que não são muitos os livros que tratam de causas reais e preocupantes de uma forma tão romântica e doce. 

O romance entre Augustus e Hazel não é algo metódico e nem chato, pelo contrário, é algo novo, surpreendente, e acima de tudo abraçador. Quando conhece os personagens é como se conseguisse se identificar com ambos mesmo sem fazer ideia de pelo que os dois estão passando. É a mesma coisa com Isaac um dos meus personagens favoritos e com certeza um amor. Isaac é no livro um super amigo de Gus que passa a se tornar um super amigo de Hazel e que carrega consigo uma batalha perdida, e mesmo assim ele não desiste de lutar. Algo que me chamou a atenção e me despertou curiosidade com certeza é a vida de Isaac. Em certos momentos ele parece tão desacreditado que tenho pena. 

Devo acrescentar, que eu chorei no livro como uma criancinha chora quando está sozinha. Chorei porque John foi cruel e porque ele partiu meu coração de uma forma que eu jamais poderia conserta-lo de volta. Você passa todo o livro vivendo de uma forma inusitada e interessante, até que nos últimos capítulos John te obrigada a voltar para o inferno que é a realidade e você é partido em pedaços minúsculos que dão vida a problemas reais como o câncer. 

Sem mais delongas A culpa é das estrelas é um livro que merece o reconhecimento que tem. 
Como escolher uma? Alguém me ensina? É tão difícil. Principalmente quando você lê um livro como a Culpa é das Estrelas que é cheio de citações arrasadoras. Eu escolhi a minha favorita dentre tudo, não porque é a mais bonita, mas por que é verdadeira, porque é real. Por que ela é para mim a verdadeira representação do que a culpa é das estrelas representa:
"— Estou apaixonado por você — ele disse, baixinho.  — Augustus — falei.  — Eu estou — ele disse, me encarando, e pude ver os cantos dos seus olhos se enrugando. — Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você."


Avaliação:




You Might Also Like

0 Comentários

Muito obrigada pelo seu comentário!

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images