#Resenha - Os Imortais

12:48 PM


Título: Os Imortais.
Sub-titulo: Para Sempre, Lua Azul, Terra das Sombras, Chama Negra, Estrela da Noite, Infinito.
Autora: Alyson Noel.
Editora: Intrínseca.
Gênero: Romance, Fantasia, Supernatural.
Tipo: Série, 6 volumes.
OBSERVAÇÃO: Ao invés de resenhar cada um dos livros, como já faz um bom tempo que eu terminei a série, vou criar uma super resenha falando sobre a série de um aspecto geral. E é claro vou tentar evitar o máximo de spoilers, tentar.



"Uma vida perfeita: essa era a realidade de Ever Bloom. Ela era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante.
Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, que encobrem o som das mentes a seu redor.
Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende porquê, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Mas ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada."
A vida de Ever é um sonho que se transforma em pesadelo rapidamente. Após o acidente onde ela perde toda a sua família, Ever é obrigada a ir morar com sua única parente ainda viva, sua tia Sabine, lá ela começa uma vida nova com dois novos amigos a quem ela preza muito Miles e Heaven. Mas sua nova vida está longe de acompanhar a antiga. Enquanto antes Ever era líder de torcida e popular,  em sua nova vida ela é uma fracassada que passa a maior parte de seu tempo tentando se esconder das pessoas com a esperança de esconder seus segredos. E que segredos. Ever além de ter adquiridos dons especiais como ler os pensamentos das pessoas e enxergar suas áureas pode conversar com o fantasma de sua irmãnzinha morta, Riley. Ela é transportada diariamente para um caos com o qual ela não sabe lidar, até que Damen Auguste chega a sua escola e muda tudo. Com seus um metro e oitenta e pouco, cabelo escuro, físico invejável e rosto impiedosamente esculpido pelos anjos, Damen Auguste mexe com toda a estrutura da escola. Menos com a de Ever que inicialmente o detesta com unhas e dentes. Bom, isto é claro até se dar conta da calma e da tranquilidade que seu toque á provoca. Ela não sabe o que está acontecendo, mas por algum motivo Damen tem em si o dom de fazer com que todas as vozes ao redor de Ever se calem, e além disso Damen não tem áurea. Misterioso e persistente Damen começa a transformar a vida de Ever á ponto de fazer com que a garota tenha esperança novamente e ao mesmo tempo enlouqueça. Sem respostas sobre quem Damen Auguste pode ser Ever começa a descobrir por conta própria que sua vida está destinada a mudar desde o dia em que conheceu Damen. Com a volta de uma inimiga do passado Ever tem seu amor posto a prova, mas isto lhe custará muitos sacrifícios. Os Imortais é uma série que mistura ação, aventura e uma busca inestimável pela felicidade eterna. Com um final triunfante Ever e Damen tem uma longa viagem até conseguirem finalmente encontrar a essência da verdadeira felicidade. Cada livro da série conta uma nova trama que te prende do começo ao fim. Os acontecimentos e sacrifícios que ambos tem de fazer são surpreendentes, mas no final estavam ambos determinados a ficarem juntos para sempre.

Os Imortais é uma saga incrível. Alyson é incrível. Está foi a primeira série de livros que eu li, faz algum tempo, mais ainda consigo me lembrar perfeitamente do quanto ela mexeu com meus nervos. A narrativa é feita em primeira pessoa o que é um ponto positivo para os livros porque esta forma de narrativa permite que você sinta muito mais o que os personagens sentem. Ever é uma garota incrível e é interessante tentar imaginar como Alyson criou a garota popular e conhecida que acabou se tornando uma amante determinada a lutar por seu amor eterno. Damen é apaixonante e envolvente, ele ama com tanta intensidade, você consegue sentir tanta lealdade, tanto companheirismo, tanta paixão em tudo o que ele faz pela Ever que faz com que você realmente sinta que ele é capaz de tudo por ela. Eu amo todos os personagens, são tão incríveis, tão surpreendentes, Miles é um dos meus favoritos porque ele é engraçado e divertido e transforma a vida da Ever em algo suportável e divertido, eu o amo com todo o meu coração. A série inteira tem seis livros, eles não são muito grandes, todos os livros tem duzentas e cinquenta e poucas páginas, o maior é o terceiro Terra de Sombras que tem duzentas e sessenta e nove páginas. O Terra das Sombras é na verdade a transição do livro para algo realmente inusitado, é quando você conhece novos personagens é quando as coisas começam a mudar de uma forma louca. Não digo que a transição foi assim tão boa. Sinceramente, Ever é um pouco burra demais e os livros são apenas concertos de suas burradas. (Sinto muito, mas é verdade) Tudo o que ela faz é inspirado em sentimentos bizarros que mais tarde são questionados por ela mesma. Não me entenda mal leitor, eu sou apaixonada pela série. Os dois últimos livros são incríveis, realmente incríveis, e eu acho que fizeram valer a pena. Mas todo este meio que se desenvolveu em dois livros é meio desnecessário. Embora tenha ação, tenha uma história e um sentido Alyson poderia sim ter diminuído a série de seis livros e colocado mais informação em quatro. Nos dois primeiros e nos dois últimos. Muitas pessoas tem criticas negativas sobre os Imortais, apenas porque, Ever é movida demais por impulsos e acaba fazendo burradas, atras de burradas então ela passa por novas situações em todos os livros apenas para consertar as antigas. Embora eu tenha uma visão um tanto diferente, gosto da série, aliais, amo-a. Tenho absoluta certeza de que Alyson fez um trabalho esplendido envolvendo tudo em sincronia perfeita na série. Existem, é claro, pontos negativos como eu já citei, mas no geral é uma saga divertida, não é de difícil compreensão e não tem material pesado. É doce, romântica e ao mesmo tempo tem muita aventura e misticismo.

"Mas Bruna, você reclamou depois disse que era uma boa série" Oh, sim. Eu reclamei porque sou uma leitora como vocês, existem pontos no livro que me deixaram irritada (não posso comentar particularmente cada um por causa de spoilers), mas eu não posso julgar toda a história por causa de tópicos que deram errado. Muitas pessoas dizem que os livros são só enrolação, mas quando você se envolve de verdade com a história não é assim que as coisas parecem. Existem sempre dois lados de um jogo. Existem as criticas negativas e as positivas. Vale de cada um que leu definir se gostou ou não. Particularmente? Eu sou Imortal.

Postagem mais recente Postagem mais antiga

You Might Also Like

0 Comentários

Muito obrigada pelo seu comentário!

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images