#Resenha - Belo Casamento

1:22 PM




Título: Belo Casamento
Subtitulo: -
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus
Tipo: Conto
Avaliação:
Sinopse: 
A louca e viciante história de amor de Travis e Abby foi narrada por ela em Belo desastre e por ele em Desastre iminente. Como num conto de fadas moderno, sabemos que eles se casaram e foram felizes para sempre... mas quanto realmente conhecemos dessa história?Por que Abby fez o pedido de casamento?Que confidências eles trocaram antes da cerimônia? Onde passaram a noite de núpcias?Quem sabia que eles iam se casar e guardou segredo?Todos os detalhes sobre o casamento de Travis e Abby eram secretos... até agora. Os fãs do casal mais quente da literatura terão todas as suas perguntas respondidas nesta história vertiginosa sobre o dia (e a noite...) do casamento de Travis e Abby — e o melhor, contada pelo ponto de vista dos dois!


Meu coração subiu ao céu quando eu soube que Jamie McGuire iria lançar um conto sobre o casamento de Travis e Abby. Belo Casamento é um conto pequeno de 126 páginas narrado do ponto de vista dos dois protagonistas das histórias, Belo Desastre e Desastre Iminente, ambos a mesma história contata de perspectivas diferentes. Abby chega na universidade Eastern pronta para abandonar sua antiga vida e começar novamente, mas quando conhece Travis Maddox todo o seu passado volta a tona e sua determinação de ficar longe do perigo vai por água abaixo. É neste envolvente conto que você conhece os detalhes até então escondidos deste belo casamento.
Eu vou ter que dizer que não consegui largar o livrinho enquanto não terminei ele. Era algo pelo qual eu estava esperando tanto e quando finalmente tive a oportunidade de folheá-lo e deleitar-me com seu conteúdo fiz justiça a minha espera, devorei o livro. Mais uma vez eu acho que a perspectiva de Travis das coisas é muito mais doce e saborosa de ler. Por que todas as vezes em que ele narra você consegue sentir uma paixão eterna por este Maddox. Abby, bem, é sempre Abby. Ela não larga a postura que conhecemos no primeiro livro, mas definitivamente fica um pouco mais "chatinha". 
A história que Jamie criou pro trás do casamento de Travis e Abby me surpreendeu, eu admito, mas ao mesmo tempo me levou a suspiros e a risadas que foram ajustados a proporções gigantescas.
Eu gostaria de dizer qualquer coisa, mas tenho que admitir que fiquei um pouco decepcionada com o conto. Eu esperava algo estilo o Desastre Iminente, cheio de uma perspectiva lacina e envolvente, que me abraçasse e me levasse aos prantos. Mas a narrativa de ambos os lados é um pouco mais calma e a história é mais simples, visto é claro que é um conto, tenho quase certeza de que eu esperava algo estilo Satisfaction dos Rolling Stones e me entregaram Adele em Someone Like You. Não é ruim, mas é menos animado do que eu esperava. 

Sendo totalmente sincera com vocês eu odiei o que Jamie fez com a America. Tenho certeza de que ela estava com raiva da pessoa em quem se inspirou para criar a personagem porque a melhor amiga barra companheira barra animada de Abby se tornou uma chata implicante em todas as pequenas vezes em que apareceu. 

Fiquei triste também com o fato de que Abby ficou de muito nhenhenhé. E nosso querido badboy, Travis Maddox, colocou a infeliz ideia na cabeça de que teria de mudar e se tornar um marido responsável e perfeito, não que isso não fosse a coisa mais fofa do mundo e eu tivesse morrido de tanto suspirar, mas a rebeldia e o amor louco que ambos os dois tinham acabou desaparecendo um pouco, como se neste livro eles tivessem evoluído de um amor jovem para algo sério e mais chato. 

Talvez e digo isto com muitas enfases eu esteja sendo cruel demais. No geral eu ri muito e suspirei muito também. Eu fechei o pequeno livro com o conto feliz o suficiente para dizer isto de boca cheia: Travis e Abby são perfeitos. E são mesmo. Os pontos negativos que eu citei foram realmente culpa de Jamie, mas não totalmente. Todos na vida mudam, inclusive os escritores, e os personagens evoluem junto com os escritores, não é de se admirar que Abby e Travis pareçam mais maduros em um conto que foi escrito anos depois de suas histórias. 

Eis o que eu digo: Belo Casamento não tem a audácia e a rebeldia de Desastre Iminente e nem os mistérios e as indecisões de Belo Desastre, na verdade, em uma pitada requintada tem um pouco dos dois. Let's go Vegas, my dear!
Não importava oque aconteceria depois que chegássemos em casa, contanto que eu fosse a esposa do Travis.Foi então que entendi que, se estivesse ou não fazendo isso para ajuda-lo, eu estava ali para me casar com um homem que me amava mais do que qualquer outro homem já amou uma mulher. E eu o amava - o bastante para três vidas. Na capela Graceland, neste vestido, era quase exatamente onde eu queria estar. O único lugar melhor seria ao lado dele, no altar.

You Might Also Like

4 Comentários

  1. oii, tudo bem?
    não me diga que a Abby está ainda mais chata! Eu morro de desespero, kkkkk
    Amo o Travis também.
    Eu já imaginava que a narrativa desse fosse ser mais leve e tranquila que Desastre Iminente e Belo Desastre, porque ele é um conto da série. Acabei de comprar o meu, chegou hoje, rs
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo sim e contigo?
      Sim, ah Abby! Mas o sr. Maddox com certeza salva o dia com seus galanteios e facilidade natural de me fazer apaixonar por ele cada vez mais.
      Eu juro que esperei que o livro fosse mais selvagem, mas tudo bem, compreendo. Espero que faça uma boa leitura, adoro seu blog, bjs!

      Excluir
  2. Tenho muita curiosidade de ler os livros, mas acabei de me desanimar um pouco, haha. Acho que ao invés de comprar esperarei ganhar o primeiro de presente.

    Poréns & ETCs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Waleska, eu tenho que dizer que os livros, tanto Belo Casamento quanto Desastre Iminente, são maravilhosos e cheios de vida! Ler aqueles livros me encheu da vitalidade que existe em Travis e Abby, que é um casal bem diferente e moderno. Honestamente, acredito que meu desanimo para com o conto seja exatamente pela falta de emoção que acontece de forma tão bem arquitetada nos dois volumes. Se você ainda não os leu, por favor, leia. São realmente bons. Agora se está se referindo apenas ao conto eu acho que vale a pena ler, mas é preferível não criar muitas expectativas. Adorei o blog (:

      Excluir

Muito obrigada pelo seu comentário!

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images