O Sal da Vida - Françoise Héritier

1:54 PM

O Sal da Vida  - O que faz a vida valer a pena!

                                   Existe uma forma de leveza e de graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações, além dos sentimentos poderosos e dos engajamentos políticos. É sobre isso que este livro fala. Sobre esse pequeno plus que nos é dado a todos: “O Sal da Vida”. Nesta meditação, nesta espécie de poema em prosa em homenagem à vida...



Título: O sal da vida
Sub-titulo: O que faz a vida... Valer a pena!
Autora: Françoise Héritier
Editora: Valentina
Gênero: Poema em prosa;
Tipo: Vol. Único






"Um livro para sorrir, se emocionar, viajar, recordar e viver."  disse o France Culture conceituando o livro que se tornou best-seller e o mais vendido na França. Quando eu vi este livro pela primeira vez o título e a sinopse me despertaram muito interesse. Principalmente porque sou grande fã de livros do gênero auto-ajuda e automaticamente considerei este livro como parte da lista, mas a título da verdade acredito que O Sal da Vida não se enquadra nesta categoria, de fato encontrei dificuldades para generalizar o trabalho da autora francesa Françoise. Uma vez que apesar de ser um livro relativamente curto assim que eu comecei a ler o texto fiquei impressionada com a porção de situações, coisas, lugares, momentos e sensações que a autora conseguiu colocar dentro de todas as  96 páginas do livro. 

Para que vocês tenham uma ideia do que é está obra o Sal da vida é basicamente uma lista repleta de pequenas situações que nos propiciam enorme felicidade. Existem algumas referências a cultura francesa que eu confesso que não entendi e que me deixaram um pouco receosa porque não sabia ao que a autora estava se referindo, mas na maior parte do texto dei alguns sorrisos sem intenção e algumas risadas. É com certeza muito interessante analisar que a autora deu-se ao trabalho de criar uma obra que aprecie o ato de se viver. 

O Sal da Vida pode se tornar um pouco cansativo se você considerar que é uma lista que contém noventa páginas, mas de igual forma a leitura deve ser feita com calma, de forma sútil para apreciar e entender a mensagem por trás do desempenho da autora. O objetivo deste livro é fazer com que você lembre-se da importância de viver, apreciando pequenos momento e valorizando as pequenas coisas que nos fazem realmente muito bem. 


Gostei e me diverti muito com esse livro, primeiro devorei ele em poucas horas porque mesmo sendo um livro pequeno ele pode se tornar um pouco cansativo e como eu estava super curiosa para fazer a leitura não me permiti parar por um segundo. É um livro gostoso para se ler em um sábado de manhã, quando o sol aparece e o clima está um pouco frio. Quando você senta com uma cadeira e aprecia cada página. Parei para pensar sobre várias situações que a autora nos colocou e me senti realmente inspirada após o termino. É realmente como se tivesse recebido um sopro de vida.

A autora fez muito sucesso principalmente na frança e eu devo confessar que o trabalho dela foi muito simples ela só fez com que cada um de nós tivéssemos uma cópia daquilo que deveríamos apreciar todos os dias. Ela fez uma lista das coisas realmente importantes e corriqueiras que nos fazem felizes e com isso ganhou uma grana hehe. A verdadeira questão é que vale muito a pena adquirir O Sal da Vida se você por algum motivo já esqueceu-se de como é viver a vida da forma mais simples possível. Vale a pena também se você está triste. Se você está feliz. Se você não tem tempo. Se tem tempo de sobra. Se é rico. Se é pobre. Vale a pena adquirir esse livro simplesmente porque são vários os momentos em que perdidos em nossas rotinas atarefadas nos esquecemos de viver. O mais incrível é que vivemos de forma plena e não valorizar isso é um insulto. 

Se você anda se sentindo desmotivado ou ama o ato de viver pense nesse livro como um caderno de suas próprias memórias, quando se identificar muito com algo pense em alguma vez que se encontrou em determinada situação e sorria e seja feliz. Parafraseando a autora, viver é feito pura e simplesmente de tornar todo episodio de nossas vidas um tesouro irrevogável. 

"Ver, ouvir, observar, entender, tocar, admirar, acariciar, sentir, cheirar, saborear, ter gosto por tudo, por todos pelo próximo, enfim pela VIDA."  (Página 96.)

You Might Also Like

0 Comentários

Muito obrigada pelo seu comentário!

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images